O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

17 de maio internacional de combate a homofobia
SJCDH lança agenda LGBT maio da diversidade

Salvador, Bahia, terça-feira, 30 de abril de 2013 – Marcelo Cerqueira

Vereadora Fabíola Mansur, Deputado Marcelino Galo, Superintendente Ailton Ferreira, Secretário (SJCDH) Almiro Senna, Secretária Mulheres Vera Lúcia, Paulette Furação, deputado Bira Coroa e Suely Messeder. Mesa de abertura.

Leia também. GGB celebra 17 de maio com exposição e lançamento de manual contra ataques homofóbicos em 2011!

O auditório da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Estado da Bahia, no Centro Administrativo (CAB) recebeu na manhã dessa terça-feira (30) ativistas, artistas e políticos para o lançamento da agenda Maio da Diversidade LGBT na Bahia. Iniciativa pioneira da (SJCDH) realizada por meio da Superintendência de Direitos Humanos (SUD) reuniu todos os eventos voltados ao combate à homofobia que acontecem no Estado durante todo o mês de Maio.

A publicação de duas páginas em formato ofício oferece conteúdo aos interessados como data, local, hora e temas dos eventos listados, que ao todo somam mais de trinta iniciativas culturais diversificadas, incluindo seminários e sessões especiais em Casas Legislativas. O Superintendente de Direitos Humanos, Ailton Ferreira após a execução do Hino Nacional deu por aberto os trabalhos e cedeu o seu lugar na mesa para a mulher transexual Millena Passos e sentou-se na plateia de onde acompanhou toda evolução do evento. Paulette Furação, coordenadora da (SUD) usando da fala destacou o pionerismo da Bahia, e ressaltou que as ações da agenda de maio já iniciaram em abril.

Em maio comemora-se o dia 17 como Dia Internacional de Combate a Homofobia, diferente de 29 de junho Dia Internacional do Orgulho Gay. O dia 17 de maio foi escolhido porque nessa mesma data, no ano de 1990, a Assembleia Mundial da Saúde, o principal órgão controlador da Organização Mundial da Saúde (OMS), retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças (CID).

A mesa de abertura foi composta pelo anfitrião Secretário Almiro Senna, Superintendente de Direitos Humanos Ailton Ferreira, Secretaria de Políticas para Mulheres, Vera Lúcia, representantes, Milena Passos, da Associação de Travestis de Salvador e coordenadora do Grupo Gay da Bahia (GGB), a coordenadora do Núcleo LGBT da SJCDH, Paulete Furacão, os deputados estaduais Bira Corôa e Marcelino Galo, ambos do (PT), vereadora municipal de Salvador Fabíola Mansur (PSB) e Suely Messeder acadêmica da Universidade Estadual da Bahia (UNEB).
Para os aplausos da plateia as artistas Dion e Marina Garlen realizaram show de dublagem iniciando com um dueto das duas, seguido apresentações solo. Dion prendeu o olhar do público com a interpretação da canção Mudança, consagrada na voz da cantora Vanusa. O evento teve inicio ás 10h seguindo até por volta das 12h30.

Eventos realizados pelo GGB e em parceria,confira!


Exposição FORA FELICIANO,
Reúne mais de 27 cartuns de artistas consagrados sobre o tema
1 a 31 de maio horário comercial
Sede do GGB Rua Frei Vicente, 24 – Pelourinho

Sessão Especial Combate a Homofobia
Dia 17 de maio, ás 9h, sexta-feira
Câmara Municipal de Salvador
Plenário Cosme de Farias
Praça Municipal, Centro de Salvador.
Realização mandato da vereadora Fabíola Mansur (PSB)

 

Saiba o que é Homofobia- Homofobia significa aversão irreprimível, repugnância, ódio, preconceito que algumas pessoas, ou grupos nutrem contra os homossexuais, lésbicas e bissexuais, e é um termo que vem do grego. Muitas vezes aqueles que guardam estes sentimentos  não definiram completamente sua identidade sexual, gerando dúvidas e revolta, que são transferidas para aqueles que já definiram suas preferências sexuais.

A homofobia tem causas culturais, religiosas, principalmente entre os católicos e protestantes, judeus, muçulmanos, e fundamentalistas. Mas mesmo entre estes grupos existem aqueles que defendem e apoiam os direitos dos homossexuais  lésbicas e simpatizantes. Mas mesmo em pleno século XXI  alguns países  aplicam até mesmo pena de morte contra os homossexuais.

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia