O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Exposição em Nome da Vida
Exposição na sede do GGB marca dia de combate homofobia
Por Redação Marcelo Cerqueira - 16.05.09

 

SALVADOR, BA - 16/05/09 – Começou nessa sexta-feira 15 de maio e segue até o fim do mês no salão principal da sede do Grupo Gay da Bahia (GGB) a exposição em Nome da Vida evento por ocasião da passagem do dia 17 de maio de combate a homofobia.

A idéia original da exposição é utilizar da lembrança de fatos e mortes violentas para alertar a sociedade em geral e aos homossexuais quanto é grave o estrago feito pela homofobia em todo o mundo.

O GGB a partir das oficinas de sensibilização para o combate a homofobia realizadas em sua sede no Pelourinho com jovens do Projeto Se Ligue e outros usuários da entidade usou da arte e pintura para decorar pedaços de tecidos com os nomes e outros aspectos particulares da pessoa que foi assassinada de forma violenta. O GGB ofereceu a tinta o tecido e os itens de armarinho, as pessoas escolheram amigos vitimas ou aqueles que de algum modo se identificaram.

Nomes como de Junior da Silva Lago, conhecido como Luana, que junto com mais outra travesti Joyce foram jogadas ao mar por um grupo de policiais militares. O GGB avalia que esse foi um caso emblemático que mudou definitivamente a postura da Polícia Militar em relação às travestis que se prostituem na cidade de Salvador.

A PM que antes espancava, humilhava e torturava travestis hoje a situação é outra, muito mais civilizada. Graça a essa mártir que deu a sua vida aos 22 anos para garantir a dignidade das colegas. Bebeto Franco, empresário da Boate Holmes, Roquinei de Brito são outros homossexuais que foram vitima de morte violenta em Salvador.

A exposição consta de recortes de jornais, panos ornamentados, cartazes relativos a homofobia. Um deles é o Não Matar, concebido pelo artista plástico Huides Cunha a exatos 15 anos passados. No cartaz ele utilizou a imagem de São Sebastião com recortes de manches de jornais da época. Cristiano Santos, Denis Gomes e Keila Simpson são os curadores da exposição idealizada pelo professor Luiz Mott, fundador da entidade.

Pela passagem do dia 17 de combate a homofobia o GGB enviou solicitação de leitura de moção para a Assembléia Legislativa e Câmara Municipal de Salvador. A vereadora Olívia Santana (PC do B) qual ficou com a responsabilidade de organizar a sessão solene transferiu a data da mesma para o mês de junho que igualmente em todo o mundo no dia 28 comemora-se o Orgulho Gay.

Serviços
Exposição em Nome da Vida
15 a 30 de maio de 2009
Rua Frei Vicente, 24 – Pelourinho
Fones (71) 3322 2552 – 3321 1848

Local - Sede do GGB (foto)

 

 

 

 

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia