O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

V Parada Gay da Bahia
Seu respeito é a alma [a chave; o cimento, a base] do combate à homofobia

Editoral V Parada Gay da Bahia

Homofobia não combina com democracia. Somos todos diferentes em nossas aparências e desejos, mas iguais em dignidade. A raça humana é uma só. Assim, o ser humano que se acha superior aos demais pelo simples fato de ser heterossexual está se revelando não só racista, mas, também, burro e desumano. Cada um come da fruta que mais gosta. E quem não gosta das preferências alheias não tem o direito de avacalhá-las.


A homofobia se caracteriza pelo ódio estúpido, pelo preconceito aberto ou incubado contra os homossexuais. “Outros sexuais” que não raro são escolhidos com bodes expiatórios para as frustrações e ambivalências libidinais íntimas de pessoas que não se compreendem... Um tipo de triste deformação de caráter que se traduz em contínuas agressões verbais e gestuais. A cada dois dia um gay, uma lésbica ou travesti são barbaramente assassinados no Brasil. Não podemos continuar vivendo neste clima de hostilidade. Não podemos mais aceitar tamanha crueldade!


A homofobia começa em casa, segue até a escola, ao trabalho e cada vez mais contamina toda a sociedade e a cultura (incluindo mídia) -- estimulando situações de humilhante desigualdade. Ora, o orgulho de uns não pode estar baseado na humilhação de outros. Se bem que a discriminação do homossexual se revela ao mesmo tempo injusta e estúpida: um recurso simbólico sórdido usado, em especial, pelos machões para se imaginarem superiores identitariamente tanto às mulheres em geral quanto aos demais homens que consideram como “mulherezinhas”. Homofobia e misoginia sempre caminhando juntos na cabeça tapada da macharada sexista!


Ora, não podemos mais tolerar tanta boçalidade e brutalidade em nosso mundo civilizado. É preciso que a homofobia seja tipificada como crime no Brasil. Incluindo leis rigorosas que enquadrem como criminosos todos os agressores dos homossexuais e demais minorias, que punam todos os que não respeitam o direito à diferença -- que representa um dos nossos maiores bens coletivos.

Amigo/Amiga: sua compreensão é muito importante para a democracia sexual que desejamos para o nosso país, baseada nos sagrados princípios da liberdade e igualdade. Por isso, estamos convidando todos vocês (integrantes do imenso arco-íris das preferências sexuais que caracteriza nossa multicolorida humanidade) para se juntarem à nossa luta. Todos gays e não-gays (ou mais ou menos isso e/ou aquilo) da cidade irmanados na mesma perspectiva libertária: pois a garantia da liberdade de cada um de nós depende da vigilância e solidariedade de todos.


Participe da V Parada Gay da Bahia. Traga sua alegria e companhia. Venha nos ajudar a escorraçar também o demônio da HOMOFOBIA desta Bahia de todos os credos, de todas as cores, de todas as opções de vida afetiva e sexual.

Dia 3 de setembro, domingo, 12h
Campo Grande X Castro Alves X Campo Grande!

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia