O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

ABGLT lança campanha em defesa do Kit Escola sem Homofobia

Salvador, 30 de maio de 2011 - as 18hs - Editoria do site Marcelo Cerquiera

Toni Reis, presidente da ABGLT

A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Travestis (ABGLT) lançou nessa tarde a Campanha Eu apoio o Kit Escola sem Homofobia: quero uma escola que respeite a diversidade.  Não ao Bullying Homofóbico e à Violência contra a população LGBT. A campanha nasceu a partir dos ataques  homofóbicos  promovido por setores conservadores evidenciados por todos os brasileiros nos últimos dias.

Tos os brasileiros que defendem a cidadania de gays, lésbicas e travestis ficaram perplexos com a condenação do Kit Escola sem Homofobia pela preseidente Dilma. Esse debate tomou conta de todas as rodas de conversas no Brasil.

De modo geral as pessoas que defendem o Kik fazem isso por saberem que foram organizações do Movimento Social e conseguinte aprovação do próprio Ministério da Educação, considerado como Ministério da Turma do Laquê, para não dizer conservadores, logo não se trataria de algo indecente ou pornográfico, pelo contrario é quase católico todo o material, considerando que muitas adolescentes na faixa etária de 14 a 16 anos já são sexualmente ativas, algumas já com histórico trágico de infecção por doenças de transmissão sexual é por demais echar os olhos para essas situações nas Escolas em todo o Brasil.

.Participe e não seja conivente com o falso moralismo e com conservadores de setores dissimulados da sociedade que preferem o obscurantismo que a idade das luzes. Para você entender melhor o presidente da ABGLT Toni Reis, cita alguns dados alarmantes. 60% dos/das LGBT Brasileiros/as já foram discriminados/as, 20% dos/das LGBT Brasileiros/as já foram espancados/as; 60% dos/das profissionais de educação não sabem  lidar com LGBT;87% dos/das brasileiros/as têm preconceito contra LGBT; 40% dos adolescentes masculinos não  querem nem saber de estudar  com LGBT. Ele é contundente na explicarão desses dados. “Com este dados precisamos  políticas  públicas  para  erradicar  ou  diminuir a  situação  triste  que  vive  comunidade  LGBT  na  Escola”

O Grupo Gay da Bahia (GGB) entidade filiada a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Travestis vem a público solicitar o apoio de todos os baianos e brasileiros para que cada um faça a sua manifestação de seu apoio para a disponibilização do kit de materiais do projeto Escola Sem Homofobia para profissionais de educação e estudantes do ensino médio (vide  mais  informações abaixo). Não perca tempo faça isso agora. Clicando AQUI!

 

Conheça como é o projeto e seus objetivos

Conheça mais sobre o Projeto Escola Sem Homofobia

Kit de material educativo Escola sem Homofobia

Capacitação Escola sem Homofobia

Pesquisa qualitativa do projeto Escola sem Homofobia

Situação-problema que justifica a realização do Projeto Escola Sem Homofobia

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia