O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Bahia sem homofobia
Audiência na AL debate homofobia com grupos e militantes
Por Redação

 

 

SALVADOR, terça-feira, 16/06/09 – O mandato do Deputado Bira Coroa do Partido dos Trabalhadores (PT-BA) promoveu na manhã de hoje na sala da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa da Bahia uma Audiência Pública para conhecer as demandas apresentadas pelos grupos e militantes representantes do segmento homossexual na Bahia.

Os trabalhos começaram às 10hs conduzidos pela deputada Fátima Nunes vice-presidente da Comissão de Promoção da Igualdade que tem como presidente o Deputado Bira Coroa. Os palestrantes da Audiência foram Marcelo Cerqueira, (GGB), Franklin Silva do Grupo Gay de Lauro de Freitas e representante do GGB no Conselho da Juventude na Bahia, Danilo Bitencourt representando a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Laércio Sacramento, sacerdote do Culto Afro do Terreiro de Jauá. Marcelo Cerqueira foi o primeiro a palestrar.

Ele fez um breve relato sobre o 28 de junho, já que Audiência teve como objetivo a data do dia que se comemora o Orgulho Gay. Disse que mesmo que pese os avanços no movimento, os trinta anos de luta do GGB, as conquistas ainda são poucas, ou migalhas. “Os gays não assumem porque a sociedade não lhes garantem que não serão discriminados, violentados e executados pelos homofóbicos”, disse Cerqueira. Na oportunidade falou da necessidade de uma Delegacia Especializada para apurar os crimes que tenham como motivo a homofobia.

Franklin Silva cobrou mais energia do Governo da Bahia na implementação das ações produzidas pela primeira conferencia GLBT que aconteceu no Estado em 2008. “Sugerimos que dessa Audiência seja recomendado ao Governo um encontro com os grupos da Bahia para agilizar esse processo”, disse Franklin.

O representante da SJCDH Danilo Bitencourt fez referencia a Conferencia GLBT da Bahia e disse que a Secretaria tem se empenhado na condução dessas ações “Estamos de portas abertas para dialogar e fazer o que deve ser feito”, disse.

Laércio sacramento em tom baixo de voz falou de aspectos de sua luta nessa área. Disse ser um dos poucos que assinou o seu nome no editorial da Esquina, o sacerdote falou que a homofobia só muda quando houver uma revolução na educação e na mentalidade dos homossexuais referindo-se a homofobia interna “Só a educação pode mudar essa situação delicada”, falou.

A Deputada Fátima Nunes que conduziu a Audiência até a chagada do Deputado Bira Coroa disse que ela é uma mulher do campo e no interior essa situação é muito difícil pela falta de informação e preconceito. “Discutir na cidade é mais fácil. No interior vi muitas famílias com dificuldades de lidar com a situação”, disse a Deputada. Ao tempo que colocou o mandato a disposição do movimento e disse entrar para Frente Parlamentar em defesa da Orientação Sexual, que já tem os deputados Javier Alfaia, capitão Tadeu e João Carlos Bacelar que subscreveram o documento de adesão em 2008. A Deputada agradeceu e seguiu para outra Comissão que acontecia paralelo a Audiência, deixando sob a presidência do colega Deputado Bira Coroa.

Na condução da Audiência o mandato do Deputado fez os encaminhamentos de marcar uma audiência com o Governador, encaminhar a questão da criação da Especializada, conduzir as articulações para dinamizar a Frente Parlamentar GLBT na Assembléia e estabelecer um dialogo mais intimo com a SJCDH com vistas criação de um órgão na estrutura do Governo da Bahia para conduzir esses procedimentos. O Deputado apesar da formação sindical mostrou-se afinado com as demandas GLBT. Fez referencia as conquista do GGB nesses trinta anos e disse que é grande satisfação uma entidade como essa comemorar essa data. Ele comprometeu-se em trabalhar no sentido de diminuir o preconceito na Bahia. “Vamos trabalhar para a implementação de políticas e estruturas sólidas, porque para combater a homofobia precisamos de ações duradouras e concretas”, disse.

Após apresentação dos palestrantes a palavra foi franqueada ao público. Um representante de Diretório Municipal do PT de prenome Edisio, lamentou que o Governo tem se mostrado tímido em relação aos GLBTs, aplaudiu a indicação do Deputado Bira Coroa que solicita Audiência com o Governador Wagner. Marcaram presença na Audiência grupos homossexuais da região e cidade de Salvador e representantes do mandato da Vereadora Marta Rodrigues. O GGB distribuiu cartazes e cartilhas alusivas a orientação sexual. Essa foi a segunda ação que o Deputado promove essa ano. No dia 17 de maio dia de combate a homofobia o mandato promoveu debate sore o tema na Al.

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia