O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Mais polêmica sobre a presença dos gays no Crocodilo

Salvador, Bahia, 8 de março de 2007 – Reacende a polêmica sobre o comportamento dos homossexuais no Bloco Crocodilo da Rainha do Axé, Daniela Mercury que nesse carnaval de forma natural atraiu muitos casais de gays e motivados pela alegria do carnaval da Bahia promoveram um festival de beijos.   O site Terra divulgou os beijos para todo o Brasil, agora os casais fotografados estão solicitando ao site que retire as fotos do ar, imediatamente.

Na noite de ontem 7/03 o professor Marcelo Cerqueira presidente do Grupo Gay da Bahia recebeu uma ligação em seu celular com a indicação de privado, isto é sem aparecer o número de quem estava ligado. Do outro lado da linha estava um dos rapazes que foi fotografado pelo site Terra. O moço se mostrava indignado, não com o GGB, mas com site Terra que colocou suas fotos na internet e por isso vem sofrendo retaliações e preconceito por conta da exposição pública.

O moço o qual não se identificou disse que já fez inúmeros contatos ao site para que procedesse a retirada das fotos da matéria, sem sucesso. Ele ao telefone demonstrou interesse em mover uma ação na justiça contra o site.  O site do Grupo Gay da Bahia reproduziu com os devidos créditos as fotográficas dos casais, mas por entender as decisões pessoais de cada um o GGB optou por retirar a foto do casal e a outra para evitar que os mesmos sejam constrangidos por pessoas malvadas. Deixamos na matéria que foi ao ar no dia 5/7  uma foto de 150X94 tamanho menor a qual indica o assunto.

Esse tipo de implicação ainda é muito comum na cena gay do Brasil. Se por um lado a imprensa GLBT precisa de imagens para reafirmar o nosso estilo de vida, por outra essa mesma imprensa enfrenta uma grande dificuldade em encontrar pessoas que se disponha a quebrar as barreiras do preconceito e se mostrem de forma natural à sociedade. Essa situação delicada dificulta na afirmação da identidade da comunidade homossexual brasileira. “Os sites e revistas destinadas aos GLBTS existem para promover e afirmar uma identidade de grupo, mas a clandestinidade que muitos homossexuais estão submetidos, não por opção, dificulta o trabalho da imprensa GLBT” alerta o professor Marcelo Cerqueira. “Só existirá uma identidade de grupo forte e consolidada quando todos de forma livre saírem do armário em sua vida cotidiana e não somente em dias de festa” completa o ativista homossexual. 

A parte os artistas e aqueles que trabalham na noite ou para a população GLBT expor a figura de gays e lésbicas comuns, trabalhadores, gente simples que não sejam artistas tem se constituído um dilema para quem fotografa e para quem é fotografado. Muitas casas noturnas, por exemplo, não permitem a entrada da imprensa GLBT nos seus espaços alegando privacidade de seus clientes.



Para maiores informações (71) 3321 1848- (71) 9989.4748
 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia