O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Moda
Amor e discoteca andam juntos na passarela de Tufvesson
Por Redação do site GGB

 

Modelo desfila roupa de Carlos Tufvesson no Rio de Janeiro

Carlos Tufvesson teve a plateia mais repleta de celebridades do terceiro dia de Fashion Rio. Estavam na primeira fila as atrizes Christiane Torloni, Daniela Escobar, Luiza Brunet, Maria Luisa Mendonça, Lavínia Vlasak e Angela Vieira, além do prefeito Eduardo Paes e do governador Sergio Cabral (leia mais) .

- O governador atrasou a minha vida - reclamou Angela Vieira, sobre o atraso de 45 minutos de Sergio Cabral, que impediu que o desfile começasse na hora prevista.

Inspirado num verão punk e sexy, o estilista apostou em uma série de vestidos curtíssimos, muitos em seda, usados com meias-calças pretas cortadas na altura do joelho. A modelagem é próxima do corpo, numa proposta mais sexy. Nos decotes, muita assimetria. A mulher Tufvesson abusa das cores nesta coleção de verão, inspirada no amor.

- Eu até sabia que o tom "nude" seria mais usado nas coleções de verão 2010, mas optei por um movimento de cor forte, por uma coleção sem interferência de tendências europeias. Faço sempre o que quero - disse Tufvesson, que está comemorando 10 anos de sua grife. Na passarela, foram instalados grandes globos de espelho, numa referência às discotecas dos anos 70.

Antes de o desfile começar, o estilista entregou aos jornalistas uma carta aberta sobre a comemoração dos 40 anos da luta de cidadãos homossexuais pelo reconhecimento de seus direitos civis.

Na carta, ele denunciou: "Quarenta anos se passaram e ainda hoje, em pleno século XXI, pessoas na maior parte do mundo sofrem constantes violações de direitos humanos (...) No Brasil, 37 direitos constitucionais são negados aos cidadãos apenas pelo fato de viverem matrimonialmente com uma pessoa do mesmo sexo". ( Plantão | Publicada em 08/06/2009 às 22h54m -Melina Dalboni o Globo,RIO , RJ )

Confira mais sobre o estilista

Artigo e militãncia GLBT

 

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia