O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

 

CARTA ABERTA DO DECANO DO MOVIMENTO HOMOSSEXUAL BRASILEIRO AO DEPUTADO CLODOVIL

Prezado Deputado Clodovil

Você e eu fazemos parte de um mesmo pequeno grupo de "pessoas especiais":
somos amantes do mesmo sexo que há quase meio século fomos suficientemente
machos para sair do armário e defender nossa causa na mídia. Você hoje com
setenta, eu com sessenta anos.

Quando rapazinho, Denner e "Clô" foram os
primeiros homens "delicados" que vi na minha vida, acho que na TV Tupi. Em
seguida vibramos com tua inteligente memória, na Globo, respondendo sobre a
vida de Dona Beja . Em 1972 o deputado paulista Mantelli Neto apresentou
projeto de lei para proibir a presença de homossexuais na televisão: visava
diretamente tirar você do ar.

Foi nesta mesma década que você enfrentou a
discriminação de um funcionário do Tribunal Regional Eleitoral que recusava
renovar seu título de eleitor, porque na foto você aparecia com os cabelos
compridos "como uma mulher". Durante a ditadura, em 1983, o deputado
Edvaldo Holanda (PDS/Maranhão) oficiou ao Ministério da Justiça solicitando
que você fosse censurado, juntamente com Capitão Gay e Zacarias dos
Trapalhões, "para evitar a deformação de milhões de crianças e adolescentes
com suas exaltações do homossexualismo". Em 1986 a Folha de São Paulo
noticiou: "Clodovil e novela na mira da Censura".


Embora você talvez não saiba, também desde a década de 70 um bando de
devotados gays e lésbicas assumidos vem lutando incansavelmente, já
contabilizando importantes vitórias, para garantir aos amantes do mesmo
sexo, inclusive aos transgêneros e efeminados, os mesmos direitos dos
demais cidadãos.

Protestamos muitas vezes em praça pública; enviamos
incontáveis cartas às autoridades e aos jornais e televisões; aprovamos
centenas de leis municipais, estaduais e federais, garantindo que hoje em
dia, qualquer gay, lésbica, transgênero e bissexual (GLTB) possa ter o
cabelo, o corpo ou vivenciar o papel de gênero "como uma mulher", podendo
aparecer e se auto-identificar livremente enquanto tal na televisão.

Ainda não conseguimos vencer uma batalha crucial: erradicar os freqüentes e
sangrentos crimes contra homossexuais, que fazem de nosso querido Brasil,
apesar de ostentar a maior parada gay do mundo, o campeão mundial de
crimes homofóbicos. A cada dois dias um homossexual é barbaramente
assassinado, vítima da homofobia.


Tua eleição, Clodovil, a Deputado Federal pelo meu estado natal, São
Paulo, com quase meio milhão de votos, é um marco importantíssimo na
história homossexual do Brasil, já que você é o primeiro gay assumido a
ocupar cargo tão fundamental. Apesar de discordarmos de algumas declarações tuas contra o casamento gay, contra as Paradas, contra parlamentares simpatizantes, agora como

Parlamentar, querendo ou não, você é uma grande esperança de mais de 20
milhões de brasileiros homossexuais que ainda continuam presos no armário,
com vergonha de ser o que há tantos anos, você e eu temos orgulho de ser,
como você disse, da mesma estirpe de Miguel Ângelo, Leonardo Da Vinci,
Lorca, Santos Dumont, e tantas e tantos outros.


Aceite este nosso estender de mão, Clodovil. Dialogue com a gente. vamos
lutar pelo que temos em comum. Queremos tua presença instigante na Frente
Parlamentar pela Livre Orientação Sexual. Queremos ter orgulho de você!
Afinal, todos somos filhos de Deus e nascemos para brilhar.

Luiz Mott, Decano do MHB
www.luizmott.cjb.net

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia