O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Movimento GLBTTT
11/02/08
Largada para a I Conferência homossexual da Bahia
A idéia é fazer um amplo debate com gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais e aliados sobre cidadania e direitos humanos

MARCELO CERQUEIRA, da Comissão de Comunicação
marcelocerqueira@atarde.com.br

SALVADOR - Meu mestre deu a partida, é hora vamos embora. Corrida de Jangada, música da saudosa Elis Regina seria a música ideal para ilustrar o quadro que entusiástico para a realização da I Conferencia Estadual de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros da Bahia. A hora como diz a canção é agora. Hora de encontrar e motivar a participação de homossexuais de toda a Bahia, Estado que tem proporções grandiosas com mais de quatrocentos municípios nos quais o preconceito, intolerância e discriminações contra essa população é cotidiano. A Conferência vai ser o espaço de debates para a instituição de uma ampla política de garantias de Direitos para a população de homossexuais do Estado.

Uma reunião na tarde de hoje no auditório da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos no Centro Administrativo da Bahia, com a presença de grupos e indivíduos que estão frente à construção do processo acabou por definir dois pontos importantes para o sucesso da Conferencia. A Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos humanos deverá articular com o Governo da Bahia a convocação da Conferencia através de um edital assinado pelo Governador Jacques Wagner até o fim desse mês. Paralelo a esta questão já foram definidas as comissões para a realização do evento que tem se debruçado sob a discussão do regimento interno e demais situações inerentes a eventos dessa magnitude, jamais acontecido na Bahia que necessita de grande mobilização e participação de todos na condução do processo.

Esta previsto para acontecer no dia 19 próximo a I Vídeo Conferência para divulgar o evento e recrutar parceiros em quarenta municípios da Bahia quais dispõem de salas especificas para essa finalidade.Idéia apresentada pela Comissão de Comunicação vai fazer meio que um programa voltado para que todos possam ter um entendimento real da Conferência e suas finalidades. Nessa ação a comissão de organização ira apresentar para o regimento interno e outros pontos importantes da participação de delegados e pessoas. A participação representando a Comissão Organizadora ficou a cargo dos ativistas Ricardo Santana do Coletivo KIU, Claudia Café da Rede Afro e representando o Governo da Bahia Dr. Frederico Fernandes, Superintendente de Direitos Humanos da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos e Dra. Maisa Flores da Secretaria de Relações Institucionais do Governo da Bahia (SERIN), qual já dispõem de experiência em eventos do gênero devido sua participação ativa na I Conferencia da Juventude nas caravanas regionais.

Ainda foi constituído um grupo de quatro pessoas para atuarem na mobilização dos recursos humanos. A pequena equipe vai dispor de uma sala com linha telefônica e computador ligado a internet para que o grupo possa fazer contatos com os municípios no sentido de viabilizar contatos com as lideranças locais dos dezessete territórios de identidade na Bahia. A idéia é organizar dezessete conferencias em todo o Estado da Bahia, incluindo a estadual que deverá acontecer em Salvador.

O critério de território utilizado foi o já estabelecido pelo Estado para as demais conferências realizadas. Um fato curioso e solidário desse momento é que a Região de Itaparica e Sertão do São Francisco incluem o Estado de Pernambuco com os municípios Belém do São Francisco, Itacuruba, Camaubeira da Penha, Floresta dos Navios, Petrolância,Tacaratu e Jatobá que poderão se reunir na aprazível cidade de Juazeiro para debater as suas questões locais no que tange o combate a homofobia.  Alagoinhas, Ipirá ou Itaberaba, Bom Jesus da Lapa ou Barra, Barreiras, Valença, Irecê ou Lençóis, Porto Seguro, Juazeitro, Itabuna ou Ilhéus, Jequié, Salvador, Senhor do Bonfim, Feira de Santana, Cruz das Almas, Cipó ou Nova Soure, Vitória da Conquista e Serrinha são cidades do interior da Bahia que por estudo anterior comportam a realização de eventos da categoria sugeridos pela Comissão Organizadora. As reuniões da Conferência têm acontecido nas dependências da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da Bahia no Centro Administrativo. Participe desse novo momento, peça mais informações e ajude na realização da Conferência. É hora, vamos embora.

   

 

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia