O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

1 de Dezembro dia mundial de luta contra aids
GGB lança campanha "camisinha na mala"
Por Redação

O preservativo de borracha, ou melhor a camisinha continua sendo a barreira física mais efetiva contra as doenças sexualmente transmissíveis.

SALVADOR, 28/1/08 - 17HS - Entre as atividades programadas para o DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A AIDS em Salvador, 1º de dezembro, o Grupo Gay da Bahia (GGB) lança campanha provocativa, destinada particularmente ao público homossexual: CAMISINHA NA MALA!  “Mala”, no dialeto gay em todo Brasil, é sinônimo de pênis, e para implementar tal campanha, o GGB inaugura nesta 2ª feira, 1/12, as 11hs, duas exposições em sua sede no Pelourinho: nas vitrines de seu Museu Erótico, exibe uma coleção internacional de representações do pênis, lado a lado com farta coleção de preservativos masculinos e femininos provenientes de uma dezena de países dos três continentes. A coleção de pênis inclui esculturas em madeira, bronze, vidro, terracota, porcelana, fibra sintética, contando também com diversas cerâmicas nordestinas eróticas e cômicas. A segunda exibição reúne uma centena de cartões postais e cartazes do mundo inteiro, tendo a camisinha como tema na prevenção da Aids, incluindo desde o primeiro postal produzido pelo nosso Ministério da Saúde (1985) mas também cartões postais da Austrália, França, Holanda e de diversos países africanos e asiáticos. Um destes postais mostra o Bispo Desmond Tutu, da África do Sul, apoiando o uso da camisinha.

A Aids  completa 25 anos desde que foi notificado o primeiro caso no Brasil, o costureiro Marquito, morto em 1983. Segundo o Ministério da Saúde, já são mais de 620 mil o número de pessoas que se infectaram com Aids no Brasil. Na Bahia, desde o primeiro caso notificado em 1984, e até hoje já foram registrados mais de 8500 casos, numa média de 9,2 casos para cada cem mil baianos, aproximadamente 600 novos casos a cada ano. No mundo, todo dia são infectadas 7 mil pessoas, 6 mil falecendo vítimas da Síndrome.  Salvador ocupa o primeiro lugar no Estado, com 4459 registros, seguida de Feira de Santana (405), Vitória da Conquista (295) e Juazeiro (246). Apesar do HIV atingir cada vez mais mulheres, jovens, idosos e heterossexuais, os gays continuam sendo, proporcionalmente, o grupo mais afetado: 11 vezes mais vulneráveis do que os heterossexuais. Entre os homossexuais, o grupo mais vulnerável são os jovens entre 13-24 anos. Enquanto na população heterossexual, de cada  100 mil pessoas, 19,5 são HIV positivas, os homossexuais infectados pelo vírus representam 226,5 casos para cada 100 mil habitantes.

Segundo o Prof. Luiz Mott, fundador do GGB, “a camisinha continua sendo a principal proteção contra a Aids. Camisinha na mala sempre! É fundamental que as Secretarias de Saúde do Estado e Município nunca deixem de fornecer mensalmente, quantidades suficientes de preservativos para as Ongs gays e de travestis, pois nosso risco de infecção é mais de 200 vezes maior do que entre heterossexuais!”

Na manhã do dia 1º de dezembro, a partir das 10hs, o grupo de Jovens do Projeto Se Ligue do GGB participa de uma caminhada, juntamente com outras ONGs de prevenção da Aids, percorrendo as principais ruas do Pelourinho. Segundo Cristiano Santos, coordenador do Projeto Se Ligue, participarão desta atividade o CRIA, GGB, ATRAS, CBAA, Quibanda-Dudu. Na ocasião será exibido na sede do GGB o filme “Depois de ontem”, e após o debate, os presentes farão uma caminhada visitando todas as instituições que trabalham com prevenção a AIDS no Centro Histórico de Salvador, terminando na Casa Jorge Amado onde será colocado um grande laço vermelho alusivo à Solidariedade às pessoas com Hiv-Aids, com todos os presentes dando um abraço simbólico no Largo do Pelourinho.

Serviço

Exposição de cartões postais e esculturas “Camisinha na Mala”Dia de luta contra a Aids:  1/12 – Coletiva as 11hs, na Sede do GGB: Rua Frei Vicente, 24 – Pelourinho - (Fones: (71) 33211849- 9128.9993)

 

 

 

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia