O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 
Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

  

ACONTECE

Gays querem direito de freqüentar praia nudista na Bahia

Um grupo de homossexuais invadiram na manhã de 5 de janeiro a reserva naturalista da Vila de Massarandupió, no município de Entre Rios na Bahia. A caravana composta por militantes homossexuais ligados ao Grupo Gay da Bahia (GGB) reivindicou o direito que os demais praticantes do naturalismo têm de ficarem nus na reserva. Esta decisão foi tomada por parte dos militantes a partir de uma serie de denuncias feitas por homossexuais ao GGB relatando que foram impedidos de permanecer na praia por parte do Sr. Miguel Gama, presidente da Associação Baiana de Naturismo e segundo os mesmos a negativa tinha como base a sua orientação sexual. O protesto começou por volta das 10hs da manha e se estendeu ate às 14hs concentrando-se em frente à barraca de Miguel Gama, que não quer a presença de homossexuais no local e é categórico em afirmar que não aceita homossexuais e sim, casais e famílias. "Os gays que freqüentaram a praia faziam coisas imorais na área", declamou alertando que tinha fotos impublicaveis de gays em cenas de sexo. Começando o bate-boca. "Isso é apelação baixa, a praia é um espaço público e se existe normas éticas, elas devem ser aplicadas a todos, independente de orientação sexual, disse". Marcelo Cerqueira presidente do Grupo Gay da Bahia e Secretario de Comunicação da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Travestis (ABGLT).

O protesto pegou de surpresa os banhistas que estavam na praia. Alguns levantaram discretamente e foram para outros lugares, inclusive com receio dos fotógrafos que acompanhavam o grupo. Já os nudistas que ficaram, alguns ignoraram o ato e outros vieram falar com os militantes solidarizando-se e afirmando que os gays têm os mesmos direitos de freqüentar a praia como as demais pessoas. O Grupo Gay da Bahia entregara na tarde no inicio da semana carta-denúncia ao Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado da Bahia a qual deverá avaliar os fatos e encaminhar ao Ministério Público para as devidas e cabíveis providências.

A Vila de Massarandupió fica localizada a 150 km partindo de Salvador, depois da Praia do Forte e antes de Costa do Sauipe. A Vila tem menos que 1mil habitantes que vivem em condições humildes. Dona Vivaldina Gonçalves, 71 anos, artesã que ganha o sustento de sua família vendendo bolsas e chapéus para os poucos turistas ocasionais não tem nada contra a praia de nudista e nem a presença de gays na região.

Perguntada sobre a questão ela afirmou categoria "para quem gosta de se refrescar, ta ótimo". Já a sua neta Alesandra Gonçalves, disse "para quem não tem dinheiro para comprar biquíni, ta ótimo".Ambas, relataram a falta de investimento para movimentar a economia local. O Grupo Gay da Bahia quer promover a Vila de Massarandupió como um destino turístico na região convidando gays, lésbicas e simpatizantes de todo o mundo para visitarem a cidade e curtir a praia. "A praia é mar aberto, é lindíssima" declarou Oseas Santama, presente na caravana gay. A iniciativa do GGB coincide com a criação do Grupo de Naturistas Salvador que atendem pelo e-mail mfc540@ig.com.br e pelo fone (71) 9989.4748 ainda sem sede provisória em Salvador. Todos os domingos o grupo organiza passeio para a Vila de Massarandupió a iniciativa devera ser por todo o verão.

Pousada do Carmo
Massarandupió (75) 402.4045
Pousada Santo Antonio (75) 402.4042 (71) 9145.1590

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia