O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

GGB pede cassação de mandato de deputado que fez declarações homofóbicas

por TASSIA CORREIA do A Tarde em Salvador.

Salvador, Ba, terça-feira 5 de abril de 2011 ás 13hs.

Fotos divulgação Jair Bolsonaro.

 

O Grupo Gay da Bahia, juntamente com outras três associações ligadas ao movimento contra a homofobia no estado da Bahia se reuniram, na manhã desta terça-feira, 5, em frente ao prédio do Ministério Público Estadual (MPE), no bairro de Nazaré, em protesto contra as declarações homofóbicas e racistas do deputado federal Jair Bolsonaro. “Estamos aqui para exigir o julgamento e a cassação do mandato do deputado”, disse o fundador do GGB, Luiz Mott.

Membros do Pro Homo, do Fórum Baiano LGBT e da Associação dos Travestis da Bahia protestaram no dia seguinte à divulgação de uma pesquisa do GGB que aponta a Bahia como estado com maior número de homicídios contra homossexuais.

O fundador do GGB, Luiz Mott, destacou o resultado da pesquisa e lembrou que o índice de homicídios só aumenta, o que coloca a Bahia, pelo segundo ano consecutivo, na liderança desses casos. Os manifestantes permaneceram em frente ao MPE por cerca de duas horas e deixaram o local com a possibilidade de marcar uma reunião com o órgão para discutir o assunto.

Caso Bolsonaro – A polêmica acerca das declarações do deputado federal do Rio de Janeiro, Jair Bolsonaro, começaram após ele responder a uma pergunta da cantora Preta Gil em um programa de TV. Preta Gil questionou Bolsonaro – que já havia feito outras declarações homofóbicas e racistas – sobre como ele agiria caso o filho dele se envolvesse com uma mulher negra.

O deputado respondeu que não falaria sobre “promiscuidade”. “Preta, não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco porque meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambiente como lamentavelmente é o teu”, disse.


 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia