O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Pode denunciar

Homofobia pode ser denunciada através do disque 100
Editoria local Salvador, Ba, 10/02/2010


prefeito João henrique no lançamento do Observatório.

 

Com a presença do prefeito Municipal João Henrique, vice prefeito professor Edvaldo Brito, Secretário da Reparação Ailton dos Santos foi oficialmente inaugurado o posto do Observatório da Discriminação Racismo e Homofobia na Ladeira de São Bento, ação da Secretária que vai receber e apurar denúncias de racismo, homofobia e violência contra a mulher durante o Carnaval de 2010.

A cerimônia de abertura do Observatório começou às 17hs com a presença do Secretário Ailton Santos e do prefeito João Henrique. O Secretario concedeu a palavra a Marcelo Cerqueira, presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB) representando a entidade naquele momento. Cerqueira destacou a boa vontade do prefeito João Henrique com o combate a homofobia na cidade e solicitou ao prefeito a criação de um espaço dentro da estrutura do governo municipal para que essas ações sejam de longo prazo.

O vice prefeito Edvaldo Brito chegou acompanhado com os seus assessores e de pose do Diário Oficial do mês de dezembro de 2009 com a publicação do Estatuto das Festas Populares de Salvador. No seu discurso ele encontrou lugar para destacar a luta contra a homofobia. Referiu-se ao artigo 41 do  Estatuto que determina aos trios elétricos portarem placas com tamanhos determinados indicando que exploração sexual de crianças e adolescentes, discriminação racial, homofobia, violência contra a mulher é crime.

Com relação a homofobia, discriminação aos homossexuais o documento determina que as pessoas denunciem ao Disque 100. O GGB comemorou a inserção da homofobia no documento oficial. “ Com boa vontade e sensibilidade aos poucos vamos inserindo nossas demandas aos governos. Isso é muito bom, sinal dos tempos”, disse Marcelo Cerqueira no discurso de abertura do Observatório. Estiveram presente no evento a vereadora Leo Kret, a cantora Carla Visi, Delegada Isabel Alice, Tonho Matéria e servidores da Secretaria.  

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia