O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Morte anunciada
Gay de “Insensato Coração” será assassinado, confira fotos

Salvador,BA, 4 de agosto de 2011 - ás 10h50 Por edição de Marcelo Cerqueira para o site do GGB

As cenas da morte de Gilvan (Miguel Roncato) foram gravadas na noite dessa segunda-feira no quiosque que serve de cenário para o bar de Sueli (Louise Cardoso), na praia do Leme. Quem assistiu à sequência de “Insensato coração” em que Vinícius (Thiago Martins) mata o jovem garante que as cenas vão chocar tamanha é a violência do rapaz. A produção da novela das nove caprichou e feriu o braço de Thiago artificialmente.
No capítulo 172 de ‘Insensato Coração “, previsto para ir ao ar no próximo dia 5, Vinícius mata Gilvan dentro do quiosque de Sueli (Louise Cardoso). O pitboy aparece com a sua gangue de madrugada e vê o homossexual distraído, pregando bandeirinhas do lado de fora do quiosque. Ao ver os seis rapazes se aproximarem, Gilvan vê que não há como escapar e pergunta o que eles querem no local. “Te ensinar a ser homem”, responde Vinícius, antes de começar a agredir o rapaz.

Os outros arruaceiros aos poucos se revelam: Marcos (Marcio Alvarez), Lucas (Cristiano Ximenes), Zé Paulo (Daniel Marques) e dois outros sujeitos mal-encarados. Todos começam a empurrar e bater em Gilvan, que tenta se defender como pode.Mas Vinícius consegue dominá-lo com uma gravata e jogá-lo dentro do quiosque. Desesperado, Gilvan crava as unhas no braço de Vinícius, deixando arranhões profundos. O mau-caráter se irrita e agride ainda mais o garoto. Os outros se assustam e fogem correndo. Logo depois, os gritos de Gilvan silenciam. Vinícius sai do quiosque com uma expressão dura, mudo. E simplesmente vai embora, sem olhar para trás. A informação é do site Extra.

 

Aguinaldo Silva diz em entrevista que ninguém mais aguenta "viado" em novela e chama o público de hipócrita

Salvador,BA, 4 de agosto de 2011 - Da Redação Virgula, Uol - São Paulo

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva não cansa de causar polêmica! Em entrevista à revista Veja sobre sua próxima novela das 21h, Fina Estampa, o autor confirmou que não tem papas na língua. Quando foi questionado sobre o que mais afasta o público das novelas, ele respondeu: "O povo não aguenta mais viado em novela. Chega! Tem muito. Tem novela que tem seis viados", declarou o autor.

Aguinaldo também criticou o fato de "geralmente os gays [das novelas] são todos iguais. São cópias dos héteros: querem casar, ter romance, engravidar e parir um filho em nove meses. São gays chatos", disse. 

VEJA MAIS: Top babados gays!

Sobre beijo gay: "Acho que tem uma torcida para que o beijo gay não aconteça, para que o assunto continue durando, mas as pessoas não aguentam esse assunto e, se depender de mim, ele acabou. A novidade é essa: não vai ter beijo gay em 'Fina Estampa', pode escrever", adiantou. Na nova novela, o personagem interpretado por Marcelo Serrado, será um gay bastante caricato.

Sobre os gays brasileiros, declarou: "Não tem lugar no mundo em que os gays sejam mais ousados do que no Brasil. Aqui os gays não respeitam as fronteiras. Eles chegam no hétero e cantam mesmo, e se colar, colou. Porém, existe essa hipocrisia de você não poder mostrar um beijo gay na televisão. Por debaixo do pano vale tudo, mas publicamente é essa coisa hipócrita. A sociedade brasileira é assim e a TV não quer correr o risco de perder o público", declarou.

Aguinaldo disparou até mesmo contra a postura de ONGs LGBTs. "Tem um grupo gay da Bahia que diz que eu sou o inimigo número um dos homossexuais. Dizem que nas minhas novelas os homossexuais são estereotipados. Essas entidades são todas um saco, todas elas têm interesses econômicos, vivem à custa do governo ou daquelas empresas alemães que por má consciência financiam qualquer coisa". 

GGB responde autor de ?Insensato Coração'

"Muito pelo contrário. As pessoas gostam e se divertem muito com as personagens homossexuais", afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias. Marcelo Cerqueira, Presidente do GGB.

Do site Bahia Notícias - Salvador, 4 de agosto de 2011 ás 11h22 - Ed MC

O presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), Marcelo Cerqueira, rebateu os comentários que o autor de novelas Aguinaldo Silva deu em entrevista a revista Veja. Responsável por alguns dos principais folhetins da TV Globo, a exemplo de "Insensato Coração", atual novela das nove horas, o escritor criticou a entidade baiana por, supostamente, considerá-lo o inimigo número da comunidade LBGT e criou polêmica ao dizer que "o povo não aguenta mais 'viado' em novela".

Cerqueira não concorda. "Muito pelo contrário. As pessoas gostam e se divertem muito com as personagens homossexuais", afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias. Ele reclamou ainda da forma como os gays são apresentados nas novelas de Aguinaldo, ao considerá-la "caricata e espalhafatosa". Conforme o militante da causa gay, a construção desse tipo de personagem não passa a realidade do homossexual para o telespectador, pois trata do assunto sem seriedade e se preocupa apenas a fazer comédia. "As tramas precisam retratar assuntos de maior importância na sociedade, como a violência física e moral contra o homossexual, por meio de personagens que passem um bom exemplo", opinou.

Apesar de negar que o GGB considere o autor "inimigo número 1 da causa", Cerqueira não descartou a possibilidade de conferir a ele o prêmio "Pau de Sebo". Esta seria a segunda vez que o autor de novelas seria "condecorado" com o título, dedicado aos que se opõem ao respeito à comunidade LGBT. "Ele já ganhou em outro momento no passado e é possível que ele ganhe novamente este ano", adiantou.

Cerqueira credita o posicionamento arredio de Aguinaldo em relação a gays militantes ao seu estilo de vida. "Ele [Aguinaldo] é um homossexual de classe alta, que vive cercado em uma ilha de segurança, entretenimento e conforto", sugere. Esse isolamento da "vida real" o teria feito esquecer a verdadeira batalha que é para o homossexual "enfrentar o simples passar do dia-a-dia".

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia