O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Telinha

Mott encanta no programa do Jô Soares
Editoria local Salvador, Ba, 24/04/2010 - 13hs


Luiz Mott,

 

SALVADOR, 24/04/2010 – Uma madrugada muito bem ilustrada com Jô Soares e Luiz Mott, na rede Globo no programa de televisão que leva o nome do apresentador na noite de sexta para sábado dia 23. Mott encantou não somente Jô Soares, mas também a platéia que permaneceu atenta às palavras do antropólogo fundador do Grupo Gay da Bahia (GGB).

Mott, falou com muita propriedade sobre a Inquisição Portuguesa e sua atuação no Brasil. Segundo Mott o Brasil nasceu e cresceu junto com esse tribunal eclesiástico que chegou em 1591 com a finalidade de punir os crimes contra a fé, heresias, bigamia e cristãos novos, aqueles judeus recém convertidos em católicos. Mott, citou homossexuais que foram vitimas da Inquisição, em um papo muito descontraído com a inteiração do apresentador em dois blocos. “Como Mott não cabe em um bloco só, vamos chamar os comerciais” disse Jô.

O programa rendeu muitos elogios para o ativista decano do movimento homossexual brasileiro. Pelas inúmeras mensagens enviadas ao GGB Mott encantou também a militância. “Parabéns pela bela entrevista, destaco a importância de ter chamado a atenção do Jô  e da platéia para utilizar os termo politicamente correto e em especial o referido as travestis”, declarou Keila Simpson da Associação de Travestis de Salvador e da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Travestis (ABGLT). Mott também empolgou também o militante Léo Mendes também diretor executivo da ABGLT. “Assisti os dois blocos de sua participação no programa do Jô Soares.Gostei muito de sua participação, especialmente pelo seu didatismo em explicar que não é homossexualismo, mas homossexualidade” declarou Mendes.

O ativista ressalta o uso da aplicação do tratamento correto aplicado às travestis. “Foi empolgante ver você num programa tão importante como Jo Soares usando a mídia para educar as pessoas contra a Homofobia”, conclui Léo Mendes. Ativista lésbica Edith Modesto de São Paulo também ficou muito contente com o programa. “Fiquei entusiasmada e muito comovida. O senhor foi brilhante, falou com muita didática e simpatia”, disse. Se você perdeu a entrevista entre no site do programa e poderá conferir na parte de entrevistas - www.programadojo.com.br. (Marcelo Cerqueira).

Confira também

TELEVISÃO - Onde tem Mott tem fogo. Hoje tem Luiz Mott no programa do Jô Soares da Rede Globo

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia