O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Na Mira
Nova Salvador FM não entrega fita de programa e entidade oferece nova denúncia ao MP
Por Redação do site

 

SALVADOR, 7/07/09 – O Grupo Gay da Bahia (GGB) desde o dia 26 de junho solicitou copia reprodução integral do programa Na Mira que foi ao ar pela rádio Nova Salvador FM no mesmo dia. Uma correspondência foi enviada aos cuidados do diretor da Nova Salvador Diogo Medrado sem que o mesmo demonstrasse interesse em entregar o conteúdo do programa apresentado por Uziel Bueno e Valdec Filho.

Disse a Cerqueira que eles não tem responsabilidade pelo programa que tem contrato assinado com o Na Mira se eximindo de qualquer responsabilidade e que o conteúdo do programa é de propriedade do na Mira.

Marcelo Cerqueira, interessado em obter o conteúdo da gravação esteve por mais de três vezes a rádio solicitando o material sem sucesso, por o mesmo não ter autorização do diretor para entregar. Diogo Medrado que afirmou a Cerqueira ter recebido o pedido do material, não autorizou a entrega conforme informou hoje à tarde pelo interfone da recepção da rádio a Cerqueira.

O presidente do GGB não ouviu a fita no dia da veiculação pela rádio, mas ouviu diversos comentários sobre a forma jocosa e caluniadora posta pelo apresentador Uziel e Valdec Filho.

Em uma das falas Uziel refere-se aos homossexuais como libélulas, isto é, insetos. “Na Bahia tem até quem defende libélulas”, disse no programa de rádio se referindo ao ex-casal de homossexuais que se desentenderam em um transporte coletivo em Salvador, apresentado pelo programa Na Mira na TV Aratu no dia 26 de junho.

O GGB oferecerá nessa quarta-feira próxima denúncia formal ao Ministério Público da Bahia solicitando apuração do fato e providências cabíveis ao caso. Confira conteúdo público da carta ao Ministério Público clicando AQUI.

 

Discriminar homossexuais vira entretenimento para apresentador e repórter do Na Mira em rádio e TV

SALVADOR, 7/07/09 – Pela forma que o programa Na Mira do apresentador Uziel Bueno e repórter Valdec Filho tratam questões relativas a homossexuais envolvidos em situação de insegurança, policia, confusão e vulnerabilidade dão a entender que estimular desrespeito aos homossexuais é entretenimento popular.

O programa Na Mira que foi ao ar no dia 22 de maio passado apresentou a sociedade baiana o homossexual Edmilson Ribeiro dos Santos. Ele foi detido na vistoria da Penitenciaria Lemos Brito por conduzir dentro do seu corpo entorpecentes e resistências de chuveiro, material condutor de energia que tem valor alto no meio dos detentos daquela instituição.

Mesmo que pese o delito cometido pela vitima conduzindo para  seu companheiro detento esses produtos ilegais o julgamento do ato compete a justiça e as autoridades constituídas para essa finalidade e não ao programa Na Mira de Uziel Bueno.

O apresentador usou do escracho com a imagem do homossexual junto como seu parceiro outro também comunicador popular Valdec Filho na Delegacia o repórter perguntava os procedimentos que a vitima fez para introduzir o conteúdo ilícito no seu estomago do estúdio Uziel Bueno chamava a vitima por nomes pejorativos como homem-gaveta, entre outros. GGB por entender que aquelas imagens atentavam contra os direitos coletivos dos homossexuais fez denúncia ao Ministério Público. Confira conteúdo público da carta ao Ministério Público clicando AQUI.

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia