O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 
Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

  

3ª Parada do Orgulho Gay
Dia 6 de junho (domingo), a partir das 14h, no Campo Grande.

"Ser madrinha era um sonho antigo"
Simone Sampaio fala de sua participação na 3ª Parada do Orgulho de Gays, Lésbicas e Transgêneros da Bahia

Para Simone Sampaio, madrinha festiva da 3ª Parada do Orgulho de Gays, Lésbicas e Transgêneros da Bahia, a participação no evento deste domingo é muito mais do que um simples show. "Ser madrinha da Parada era um sonho antigo", afirma a cantora, bem-humorada."Foi uma surpresa muito boa, e várias pessoas já me param na rua para dizer que estão felizes com a minha participação".

Simone participou como convidada da Parada do ano passado, que elogia como "belíssima": "Tinha muita família, e eu acho isso muito importante. Não é só a festa, tem a conscientização de que todas as pessoas devem ser respeitadas e têm o direito de levar sua vida como quiserem. É importante ensinar isso às crianças", afirma.

Para a artista, o carinho que recebe do público GLS é uma "grata surpresa". "Não orientei minha carreira para este público, foi uma coisa natural". Apaixonada pelos ritmos eletrônicos,como a disco music, tecnotronic e dance music, ela acredita que não é apenas o tipo de música que faz que agrada seu público. "Acho que tem a ver com a minha atitude. Nos shows, faço questão de ter uma atitude liberal, digo às pessoas que elas devem se fazer
valer". E elogia: "o público GLS não vai a shows que não têm o que oferecer".

Neste domingo, Simone Sampaio deve sacudir a multidão presente à 3ª Parada do Orgulho de Gays, Lésbicas e Transgêneros da Bahia com uma mistura de velhos sucessos da dance e novidades, além de músicas baianas com uma pitada dançante. Além disso, a exemplo de Ivete Sangalo (madrinha da 2ª Parada, que aconteceu no passado), ela pretende franquear o palco. "Os artistas que estiverem presentes podem ficar à vontade para participar do show, é só pedir para dar uma palhinha", conclui.

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia