O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  


Parada acontece no circuito tradicional do Centro de Salvador

Da Equipe Local do Site do GGB

Ao contrário do que foi divulgado, inclusive pelo GGB a V Parada Gay da Bahia não vai acontecer no circuito Ondina Barra. A data do evento em 3 de setembro continua a mesma, só o que mudou é que acontece para alegria de uns e tristeza de outros no circuito tradicional do Centro de Salvador, Campo Grande, segue pela Avenida Sete em direção a Praça Castro Alves, retornando ao Campo Grande pela Rua Carlos Gomes. A concentração ta prevista para as 12hs no Largo do Campo Grande com estrutura de palco e apresentação de artistas da cidade, a parada gay da Bahia promete ser a grande parada cultural do Brasil.

O GGB até que tentou mudar o percurso para o tradicional e charmoso bairro da Barra, mas, procurou ouvir outras opiniões ao exemplo de Merina Aragão, gerente do Carnaval da Emtursa e a opinião da mesma foi a seguinte “Certamente a Barra tem um charme muito peculiar, o evento seria muito bonito, mas o percurso é mais curto, e quanto a questões de segurança, pequenos furtos podem ocorrer em qualquer lugar, o Centro é mais tradicional e de fácil acesso para todos” concluí. Existe um Decreto número 4322 de 13 de maio de 1991, proíbe a realização de shows de bandas e trios elétricos no Farol da Barra e adjacentes, salvo nos cinco dias de Carnaval. “O GGB poderia até ir para o desgaste e brigar pela realização do evento na Barra, mas não tem necessidade disso, desde que o Centro oferece condições mais apropriadas, como transporte fácil e já tem tradição histórica de se realizar passeatas, shows e similares” declarou Marcelo Cerqueira, presidente do GGB e coordenador da V Parada Gay da Bahia.

A prefeitura de Salvador já esta sendo acionada para a liberação dos alvarás do evento. Como todo ano a V Parada tem apoio do Ministério da Saúde, Cultura, Governo da Bahia através da Bahiatursa que é o Órgão Oficial de Turismo da Bahia e prefeitura de Salvador. A marca do evento é confeccionada pela Agência Propeg. Este ano a Polícia Militar também foi convidada a assinar com a marca da organização todo o material de publicidade do evento, igualmente a Polícia Civil será convidada assinar a campanha contra a homofobia.

Segurança deverá ser redobrada

O GGB tem demonstrado preocupação para os pequenos furtos que acontecem por ocasião da Parada em todo o Brasil. Esse foi um dos motivos que havia sugestionado a mudança do evento para a Barra, mas, na opinião geral e de especialistas em eventos de massa pequenos furtos acontecem bairros nobres e populares. Trabalhando para garantir mais segurança aos participantes do evento o GGB já emitiu ao comando geral da Policia Militar da Bahia, no Quartel dos Aflitos, solicitando audiência e reforço. “A idéia é de um policiamento ostensivo igual ao que acontece no carnaval, com policiais em filas em todo o percurso dos trios e colocados em pontos estratégicos de chegada e escoamento como na saída da Estação da Lapa, Terminal da Barroquinha e da França” disse Cerqueira.

Dicas de segurança para se divertir na V Parada Gay

Todo cuidado é pouco: Fique atento/a a celulares, carteiras e máquinas digitais, se você descuidar alguém pode se aproveitar. Leve apenas o necessário!

1) Evite levar para o circuito cartões de credito e todo o talão de cheque. Não ostentem jóias e nem grande quantidade de dinheiro, leve o básico. Saia como você sempre faz para pular carnaval. A Parada Gay é um carnaval, porém com a lógica subvertida.

2) Separe as folhas de cheques e dinheiro de qualquer documento pessoal, distribuindo-os em seus bolsos.

3) Com exceção da CNH procure trazer consigo copias autenticadas de seus documentos de intensidade, ou carteira de habilitação.

4) Evite levar bolsas, relógios preciosos, celular, maquinas fotográfica e filmadoras. Se levar, redobre atenção e procure utilizar somente na concentração, evite fotos e filmagens no percurso. Esses objetos são verdadeiras tentações aos meliantes. Ta ai essas dicas servem até mesmo para Paradas Evangélicas. Que em tese, não tem problemas com pequenos furtos. No mais, divirta-se.

Dicas Parada saudável

Coma antes de sair de casa: Bem alimentado/a você tem menos chance de passar mal;
Procure usar roupas despojadas e leves: para poder dançar e se divertir sem maltratar o seu corpo;
Beba muita água: Hidrate-se antes e durante a Parada, pois você vai perder muito líquido, afinal são mais de 6 horas de caminhada;
Beba com moderação: Beber é bom, e quase todo mundo gosta, mas para curtir até o fim fique alegre, mas sem cair;
Drogas: São proibidas por lei, mas se usar não esqueça de se cuidar;
Ambulantes: Não beba vinhos e bebidas batizadas, vai fazer mal para você e para aos seus amigos, compre bebidas em lugares de sua confiança.

Outras dicas importantes

Protestar com o corpo não é problema, mas lembrem que ficar nu/a em espaço público pode ser encarado como atentado ao puder. Prefeira sair de galera com amigos/as de confiança. Além de você se divertir mais junto com pessoas que você gosta, também é mais seguro no caso de você passar mal, proteção e eventuais babados. Ah!! Se o clima esquentar os beijos e amassos ficaram "calientes", não esqueça que o amor floresce na borracha, use camisinha!

Faça a Parada limpa se receber e não levar para casa Flyers, bandeirinhas, leques de papel, copos, garrafas, latas: Jogue o lixo no lixo, somos cidadãos e cidadãs e exigimos respeito! ( Equipe Local, Salvador, Bahia, 19 de junho de 2006)

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia