O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda do GGB
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Municipios
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

6ª Parada Gay da Bahia

Por Luiz Mott

Mais uma parada gay em Salvador!
Nas listas gls, alguns elogiaram o nome da PARADA GAY DA BAHIA. Optamos pela comunicação direta, em vez de fórmulas complexas politicamente mais corretas mas ininteligíveis da grande massa, como Parada da Diversidade e pela Livre Expressão e Visibilidade da Multifacetada Orientação Sexual LGTTTBS etc e tal. Para o GGB e para o povão, GAY inclui todas as letras do nosso jardim multicolorido, do mesmo modo como uma só palavra, arco-íris, ou a flor rosa, incluem todas as cores. Quem não se comunica, se estrumbica...

Paradas são atividades de altíssimo risco, pois se na hora da parada chover muito, vão para o ralo meses de preparação, investimentos, planejamento! Chuva é a inimiga número um das plumas e purpurina. A drag maravilhosa em vez de pavão, vira frango molhado debaixo de chuva!

O domingo, 9 de setembro, começou com chuvinha fina. Até as duas da tarde, fiquei em pânico: a chuva não parava. Tive de me proteger debaixo de meu enorme guarda-chuva holandês multicolorido. As três horas, horário da saída da parada, o milagre aconteceu: o sol brilhou! São Pedro e os Orixás abençoaram nossa parada. O céu é gay!!!

A 6ª Parada Gay da Bahia foi grandiosa: 11 trios elétricos, 1200 policiais militares, ambulâncias e guincho para alguma urgência, belíssimo cortejo de baianas na frente da bandeira de 40 metros do arco-iris, banners coloridos (a 60 reais cada um!) É LEGAL SER HOMOSSEXUAL, HOMOFOBIA = RACISMO, HOMOFOBIA É CRIME!

Na abertura, falas de Luiz Mott, do Presidente do GGB Marcelo Cerqueira, hino nacional (no estilo Elza Soares), faixa para a bela Madrinha a cantora Mariene de Castro, faixa para a frenética Princesa Leokret. Falação dos políticos Valdenor Cardoso Presidente da Câmara dos Vereadores, das vereadoras Olívia Santana e Vânia Galvão, do Deputado Federal Nelson Pelegrino.

Segundo os principais jornais baianos, a 6ª Parada Gay da Bahia contou com 500 a 600 mil participantes “segundo cálculos da PM”. A Agência Estado avaliou em 300 mil, o mesmo número da parada anterior. Os organizadores acreditam que 400 mil é o número que mais se aproxima da realidade. Tá bom assim: vamos manter para os próximos anos 400 mil participantes, sem esta febre de inflacionar nossos números. Nos contentamos com a presença de 15% da população de Salvador. Violência e roubos quase zero. Estamos todos de parabens!

Críticas e sugestões para melhorar as próximas paradas:
1] neste ano faltaram outdoors e busdoors! Muita gente não ficou sabendo a data da parada. Muitos outdoors no proximo ano!
2] os jornais e TVs noticiaram pouco na semana anterior à parada: cadê os jornalistas GLS ? "S" de simpatizantes e suspeitos?
3] a logomarca da parada tem de ser mais direta, popular, colorida
4] todos os trios devem assinar contrato comprometendo-se a colocar faixas com o slogan da parada e repetir frases contra homofobia
5] os trios devem manter o som desligado até o fim da abertura oficial da parada
6] o prefeito, presidente da Assembléia legislativa devem estar presentes na próxima parada ao lado do Presidente da Câmara Municipal
7] a CUT, Sindicatos, Partidos Políticos, devem carregar bandeiras e faixas de apoio
8] os órgãos públicos têm de financiar integralmente a parada gay que depois do Carnaval, é o maior evento popular no Estado da Bahia e dá muito lucro nos hoteis, taxistas, e ao comercio informal
9] destinar um trio especial para a militância, para incluir todos os grupos GLBT da Bahia e dos demais estados
10] incluir a Parada Gay no Calendário oficial da Bahiatursa e Entursa
11] manter como data fixa da parada ao segundo domingo de setembro
12] que as TVs e jornais dediquem o mesmo espaço dado às plumas, purpurinas, drag queens e gogo boys ao noticiário humanista e político da parada

Confira algumas fotos da Parada:


 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia