O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Parada foi festival de música e diversidade contra o preconceito

Salvador, 4/8/06 – A Parada do Orgulho dos homossexuais baianos, aconteceu em clima quente de uma tarde de verão na capital baiana. Cerca de 400 mil pessoas, participaram do evento no centro de Salvador. A concentração começou a partir das 10hs e precisamente às 14hs a marcha deu inicio em direção a Praça Castro Alves, voltando pela Rua Carlos Gomes. O Primeiro Trio o oficial do GGB chegou antes das 19hs na Frente do Hotel da Bahia. No carro estava à cantora Preta Gil, o vereador Valdenor Cardoso, a cantora Graça vocalista do Bloco Ilê Aiê que executou em capela o Hino Nacional. Marcelo Cerqueira e Luz Mott, recepcionavam os convidados. O Som do carro foi comandado pelo DJ Luiz Santoro e Adriana Prates. Também a cantora Ludmila Anjos, (programa Ídolos SBST) marcou presença, executando canções conhecidas do publico, ao exemplo de Como uma Deusa, da cantora Rosana. Cerca de 400 mil pessoas compareceram ao evento. Diferente da IV Parada Gay de 2005. Esta edição do evento conseguiu traduzir o real espírito da participação, pessoas descontraídas, felizes e celebrando a alegria de serem o que são, independente de suas,opções pessoais e existências,mas todos que estavam nas ruas entendiam que era uma festa gay e tinha a finalidade de abrir um dialogo efetivo de comunicação com a sociedade.

A cantora Preta Gil, foi uma alegria a Parte. Animadíssima, em cima do trio elétrico, quando recebeu a faixa de Madrinha, falou no microfone “ Eu adoro vocês todos, eu também sou gay, sou total flex, para mim tanto vale gasolina ou álcool” na Praça da Piedade Preta desceu do trio acompanhada dos seguranças e foi para a pista tirar fotos com as pessoas, abraçar, dar afagos.


Militantes prestigiaram a Parada Gay da Bahia

Muitos militantes vieram participar da V Parada Gay da Bahia. No palco todos deram suas contribuições políticas no palco principal. De Sergipe vieram Tatiane Araújo, ASTRA, Gibaldo, Axé Quizomba, e um ônibus com mais quarenta pessoas. De Manaus, viram a transexual Wedma da Associação Amazonense de gays, Lésbicas e Travestis, acompanhada de pai e mãe. Lauro de Freitas, Simões Filho, Camaçari e Feira de Santana, Franklin Santana, Nino Penteado, Paulo Paixão e Rafael carvalho. De Brasília, Milton Santos, do Núcleo de Negros do Grupo Estruturação veio prestigiar o evento.

Presença de órgãos públicos na festa

Um dos grandes diferenciais desse ano foi à participação dos órgãos de controle e fiscalização. Isso talvez, se deve pelo crescimento da Parada em si, e certamente pela ação da Policia Militar que abraçou o evento desde o inicio, e garantiu que nada iria sair errado. Colocando a parte a dureza as vezes de alguns policiais puxando os trios – endurecer sem perder a ternura – para que não ficasse tarde e toda aquela aparente felicidade não se transformasse em tristeza. A PM da Bahia não registrou maiores ocorrências como as do ano de 2005. De acordo com informações da PM cerca de 200 mil pessoas participaram do evento, assim, sendo mais de 10% da população da cidade de Salvador.

Um palco para muitas estrelas

A programação do palco principal armado no campo Grande teve inicio a partir das 11hs e não às 10hs como haviam combinado. O comando do palco ficou com a responsabilidade das apresentadoras Aixa Poltergaist e Cher Marie, que como sempre, repetiram o sucesso divertindo e interagindo com o público. Mais de dez artistas transformistas se apresentaram no palco principal imitando divas de Clara Nunes (Andrezza) a Vanessa Camargo (Cher Marie) e a maluca da Aixa, divina que chegou magérrima como sempre atrasada e exuberante. Todos os trios acabaram impreterivelmente na frente do Hotel Tropical e as pessoas desciam para o Beco dos Artistas ou se concentravam a frente do palco. A partir das 18hs o centro estava lotado de pessoas quando o grupo musical Os Sungas, entraram em cena, logo após apresentação da Banda Tribazum que detonou com os seus tambores alucinantes. Os Sungas levaram o multidão ao delírio, mesmo antes de eles tirarem os shortes e ficarem de sungas. A programação do palco finalizou as antes das 8:30hs. (Editoria).

Leia mais sobre a V Parada Gay da Bahia

QUEBRANÇA - lindos, fortões e animadissimos Os Sungas mandaram bem na V Parada Gay da Bahia

CARNAVAL DA DIVERSIDADE
Oito trios elétricos animam as 200 mil pessoas que foram ao Centro acompanhar a Parada do Orgulho Gay

PRETA,PRETA, Pretinha Gil madrinha da V Parada Gay da Bahia

PARADA LUXO - evento foi festival de música e diversidade contra o preconceito

BARRACO DE LUXO
Os DJ´s Chiquinho, Santoro e Cupolo vão animar o Feijão Vip da Parada dia 27 na Barra

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia