O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Sábado e domingo

Que pergunta! Porque os gays são gays?
Editoria local Salvador, Ba, 12/12/2009

 

 

por MARCELO CERQUEIRA

Porque os gays são gays? Eles nascem assim ou se tornam ao longo de suas vidas? Porque tanta pergunta e interesse em saber sobre a vida dos homossexuais? Então vamos lá!

Várias teorias procuram explicar a homossexualidade, ou melhor, porque as pessoas sentem interesse erótico por pessoas do mesmo sexo. Antes de começar quero logo adiantar que se trata de um assunto polemico, controverso e que tem muitas concepções.

Melhor que discutir origem da homossexualidade seria buscar entender porque muitos heterossexuais têm pavor do contato social com homossexuais, seria a homossexualidade uma ameaça a sua constituição heterossexual e o preconceito uma ameaça a ela? Seria por isso que muitos enxergam homossexuais como seres bizarros e exóticos? Uma magistrada na tentativa de descrever uma sentença o que seria travesti acabou dizendo que travestis são seres com hábitos noturnos, parece até piada, mas foi o que disse a juíza.

Duas teorias modernas acabam por discutir o assunto. Os essencialistas buscar entender o mundo e as coisas pela essência. Eles entendem que homossexuais já nascem assim teríamos em si uma personalidade homossexual porque viria de nossa natureza humana. Essa teria traz consigo um forte apelo religioso e católico justificada pela passagem da bíblia que diz “Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos por causa do Reino dos céus. Quem pode receber isso, que o receba”. (Mateus 19:12 RC), eunucos seria um eufemismo para falar de homossexuais, porque a palavra homossexual foi criada 1869. Isso divide parte do movimento homossexual no mundo muitos gays, inclusive militantes, acreditam que seria algo genético e homossexuais seriam parte de uma outra raça humana. Uma espécie de terceiro sexo se manifestaria através do tipo de profissão escolhida, demonstração de entusiasmo excessivo por algo e pela androginia.

Por esse ponto de vista eles não teriam culpa de nascerem assim e o preconceito seria algo que não faria sentido porque ser Japonês e Brasileiro só muda os traços físicos mais inerentes a sua raça. Isso em tese ajudaria na visão de alguns a conseguir mais direitos civis e sociais na luta para combater o preconceito. Não teria culpa de ter nascido assim e não faria sentido ser punido por isso. Daí a luta pelas leis, acham que isso ajudaria muito nas conquistas sociais.

A outra teoria que busca explicar porque os gays são gays, ou melhor, a orientação sexual dessa população é a cultural. A homossexualidade para alguns seria uma construção cultural social uma linguagem constituída a partir das relações sociais da ordem da cultura. Isso trocado em miúdos quer dizer que tudo é cultural nada desses aspectos nascem com o ser humano. Essas informações codificadas em nossas mentes são construídas, aprendidas, selecionadas e aperfeiçoadas de forma inconsciente, algo feito à memória de um computador que guarda tudo, cataloga e avalia tudo feito no dia a dia. É tão complicada quanto a anterior. Veja muitas pessoas que relatam conhecerem garotos que desde de pequenos já demonstram interesse por esse estagio anterior.

Isso, explico no meu ponto de vista que seria pela sedução da mãe e pelo maravilhoso mundo colorido das mulheres e é normal que meninos se sintam chamados pela curiosidade desse mundo. Alguns podem se tornarem gays, outros não essa é a relação da cultura. A cultura está ligada a natureza, não descartamos a ação da natureza e para isso é muito bom entender que a sexualidade humana é uma relação de natureza e cultura. Entender exige toda a cultura que possamos reunir e também o auxilio da antropologia, sociologia, psicologia e da sexologia moderna.

Voltando a questão do mundo colorido, vejamos. Outro dia uma mãe relatou que ficou apavorada ao chegar a casa encontrar o filho pequeno com a boca pintada com o seu batom. “Eu fiquei apavorada!” relatou a mulher. Mas como falar isso para as crianças se desde cedo elas aprendem o que azul é de menino e rosa e cor de menina, criança sempre pergunta por quê. Fácil explicar e entender.

Os homens gays ou não são por demais fascinados pelo mundo feminino. Esse mundo é fantástico, divertido e muito colorido. O mundo do masculino é monocromático, cinza sem cheiro e sem essa aparente alegria presente no dia a dia do feminino.  È normal que meninos tenham interesse em fazer essa viagem, as famílias no geral devem buscar essa compreensão entender que esses são momentos de escolhas inconscientes que todos fazem na vida.

Pode ser uma brincadeira, uma leitura ou mesmo outros aspectos. Mas elevado à questão da construção da matriz sexual essa criança pode vir a ser gay ou outra coisa. Isso é cultural.

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia