O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Roubo e vandalismo
Ladrões roubam sede do GGB no Dois de Julho
Por Redação

SALVADOR, 23/04/09 18H45 min – A sede do Grupo Gay da Bahia (GGB) localizada a Rua do Sodré, 45 – bairro Dois de Julho, centro de Salvador foi arrombada por meliantes nesse último final de semana prolongado. O imóvel geralmente permanece fechado, pois guarda documentos antigos da entidade bem como bens duráveis e utensílios domésticos.

Na manhã de ontem, quarta-feira o coordenador da entidade Adenilton Gomes que se dirigia ao arquivo em busca de alguns documentos da entidade quando ao subir as escadas de acesso ao primeiro andar viu que havia acontecido algo. “Estranhei a porta aberta, e fiquei com medo de entrar sozinho, desce e chamei uma pessoa para entrar comigo”, disse.

Ele constatou que a grade de proteção estava aberta, os cadeados com sinais de terem sido abertos de forma violenta, mas fechado em seguida. “Após arrombar os cadeados, os ladrões forçaram a porta ate que ela se abrisse” conclui Denis. Ontem mesmo Marcelo Cerqueira e Luiz Mott também membros da entidade ficaram sabendo por telefone da ocorrência. Mott estava no Mato Grosso do Sul participando de um Congresso e Cerqueira estava em outro município naquele momento. O espaço foi lacrado com cadeados, abertos apenas na manhã de hoje pelo presidente Cerqueira, acompanhado de Gomes.

 Dentro da sede o clima era de extremo vandalismo. Caixas abertas jogadas ao chão, documentos antigos espalhados por toda parte, alguns rasgados de forma violenta, prestações de contas de projetos realizados rasgadas da encadernação, gavetas abertas.

Uma analise preliminar constatou-se que vários itens foram subtraídos. Cadeiras, estantes, maça de massagem corporal, um televisor de 14 polegadas colorido, uma maquina impressora, computador, bebedouros, garrafões de água mineral, cafeteira elétrica e objetos de decoração de ambiente.

Levaram até os lustres das paredes e a lâmpada do ventilador de teto, como se não bastassem à desordem que deixaram no local ainda fizeram atos de vandalismo no banheiro da entidade com fezes.

Deixaram no local uma garrafa com resíduo de álcool, mas havia outros indícios que consumiram algum tipo de substância como crak no local. Na manhã de quarta-feira uma moradora do prédio ao lado viu uma mulher e um homem saindo do local, ambos carregavam um saco de linhagem cheio de coisas dentro. Após a visita dos membros do GGB, reforçou-se a porta de entrada e nessa sexta-feira a entidade vai registrar queixa na Delegacia dos Barris. “Uma tragédia irreparável, tantos anos de registro destruído por vândalos” falou Cerqueira. “Agora é ver o que restou e botar no lugar. Vamos investigar na comunidade e buscar encontrar quem fez essa barbaridade”, conclui Cerqueira.

 

 

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia