O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  

Violência contra homossexuais
Ex-professor universitário é estrangulado em sua casa
Por Redação

Na Espanha a Miss Bahia, Rosana Migler, de bracelona ficou indignada com o assassinato do professor Silvio.
"Queremos justiça" disse a ex-miss Bahia.

 SALVADOR, 22/02/08 - Deu no Jornal Correio da Bahia. O bancário aposentado e ex-professor universitário Sílvio Roberto Régis Barbosa, 54 anos, foi estrangulado com um fio de telefone, além de ter sofrido golpes de chave de fenda e de caco de garrafa no pescoço, ontem de madrugada, em sua residência, no bairro da Liberdade. O crime foi praticado por dois homens com quem a vítima foi vista momentos antes.

À frente das investigações, o delegado Kleuber Menezes, titular da 2ª Delegacia (Lapinha), não tem pistas dos assassinos e nem a motivação do crime. A princípio, a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte) foi descartada por familiares, já que não deram por falta de nenhum objeto da vítima.

O industriário aposentado Sérgio Barbosa, 55, irmão de Sílvio, contou que estava na janela de sua casa, quando avistou o bancário conversando com os dois suspeitos na varanda da residência de sua mãe, a idosa Clarice Barbosa, 84, situada na Rua Lauro Vilas Boas, por volta das 23h30. Depois, a vítima entrou em sua residência, ainda em construção, vizinha à casa da mãe, e em seguida os desconhecidos foram atrás.

Sérgio chegou a ouvir barulho, mas acreditou que se tratava de mais uma festa promovida por um vizinho. Cerca de uma hora e meia depois, viu os dois rapazes deixando o imóvel. Então, foi ao local e deparou-se com o corpo de Silvio enrolado num papelão, ao lado de uma colcha ensangüentada, tendo chamado a polícia.

Peritos do Departamento de Polícia Técnica encontraram um fio de telefone envolto ao pescoço do ex-professor, além da chave de fenda e cacos de garrafas que foram deixados pelos assassinos ao lado do cadáver com vestígios de sangue. A mãe da vítima, que dormia quando o filho foi morto, passou mal e precisou ser internada no Hospital da Cidade.

Abalado, Sérgio disse ainda desconhecer os motivos do assassinato, já que o irmão era um pessoa querida no bairro. Bancário posentado, Sílvio deixou de lecionar matemática na Universidade Católica de Salvador (Ucsal) há cerca de um ano. Era solteiro e não deixou filhos.

Crime choca Brasileiros na Espanha

A notícia da morte violenta do professor Silvio, como era conhecido chocou brasileiros e seus ex-alunos que moraram na Espanha. Foi o caso da ex-miss Bahia Rosana Migler que vive em Barcelona e teve acesso à informação através dos meios de comunicação e por uma mensagem enviada a Marcelo Cerqueira, presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB) expressou a sua indignação. O texto da mensagem diz o seguinte.

“Querido, mais uma vez chocada com a violência aos gays da nossa terra, dessa vez foi o nosso colega, professor Silvio, estou chocada com o requinte de crueldade dessa gente, uns monstros, sem escrúpulos, nem formação, verdadeiros animais, meu Deus quando teremos uma sociedade mais justa, onde possamos ter paz e viver com segurança” escreveu indignada a ex-miss Bahia. Mais adiante continua a mensagem “É uma vergonha nosso pais em termos de segurança, vivendo no exterior posso comprovar o quanto as aplicações das leis são fracas, tenho vergonha desse pais. Na verdade queremos e uma sociedade mais justa”, finalizou a ex-miss Bahia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia