O GGB    ::    SEJA MAIS UM FILIADO    ::    FAÇA SUA DOAÇÃO    ::    ggb@ggb.org.br
 

Home
Saúde
Movimento GLBT
Grupos GLT
Editorial
Legislação
Direitos Humanos
Orientações
Caderno Cultural
Educação
Agenda 2004
Notícias
Artigos-Opinião
Acontece
Nossas publicações
Turismo
Sociedade
Destaques
Marcelo Cerqueira
Sites
Projetos
Roteiros e serviços

 

  


Deputados espanhóis aprovam casamento gay

Deputados espanhóis aprovaram nesta quinta-feira [187 votos a favor, 147 contra e quatro abstenções] a lei que permite o casamento entre homossexuais e a adoção de crianças por esses casais. A Espanha é o terceiro país da Europa, depois de Bélgica e Holanda, a permitir a união entre pessoas do mesmo sexo.

O projeto de lei havia sido aprovado pelo Congresso em abril último, mas acabou sendo vetado pelo Senado na semana passada. A aprovação na Câmara dos Deputados derruba o veto dos senadores.

A divulgação do resultado gerou muita comemoração entre as pessoas que assistiam à votação, que aplaudiram muito. O gesto foi respondido da mesma forma pelos deputados a favor do projeto de lei.

Zapatero - Uma hora antes da votação, líderes de grupos parlamentares discursaram aos colegas para defender suas opiniões diante da lei. A grande maioria das forças políticas à favor do projeto de lei falou do "passo histórico" em direção à liberdade, igualdade e tolerância.

Já a porta-voz do Partido Popular (PP, de oposição), Ana Torme, afirmou que a discussão sobre a lei não passava de "tática, oportunismo, manipulação e cinismo".

O debate acabou contando com a intervenção do primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, logo após as declarações do PP. Ele afirmou que a Espanha era, por votar a lei sobre o casamento gay, "um país mais decente, porque uma sociedade decente é aquela que não humilha seus membros".

O governo do socialista Zapatero propôs a legislação pouco após a vitória nas eleições de 2004, depois de oito anos de administração dos conservadores.

O líder da oposição e do PP, Mariano Rajoy, afirmou que o seu partido vai entrar com um recurso ante ao Tribunal Constitucional.

Reação - A Federação de Lésbicas, Gays e Transexuais da Espanha preparou uma festa popular de comemoração à aprovação da lei, que deve ocorrer ainda hoje.

O Fórum Espanhol da Família (FEF) --que é contra a aprovação da lei-- convocou para hoje um novo protesto na capital Madri contra a lei. O vice-presidente da organização, Angel Trascasa, pediu a deputados que apresentem um recurso de inconstitucionalidade contra a legislação.(Folha On Line, 30/06/05)

 



 

 


Voltar

  __________________________________________________________________________________________________________
  Grupo Gay da Bahia - GGB
Rua Frei Vicente, 24 - Pelourinho - Caixa Postal 2552
CEP 40.022-260. Salvador / Bahia / Brasil 
Tel.: (71) 321-1848 / 322-2552 / 322-2176
Fax: 322-3782
 
__________________________________________________________________________________________________________

         © 2003, Todos os direitos reservados, Grupo Gay da Bahia